9 de abril de 2013

A diferença entre comportamento sociocultural e o comportamento biosocial herdado

Imagem dsponível em: unieducar.or.br
O ser humano é essencialmente resultado de suas relações sociais, pois os fatores que determinam a sua personalidade e sua mentalidade são produzidos no meio social através de um longo processo histórico de evolução biológica e cultural, isto é, a formação de suas propriedades mentais não depende única e exclusivamente do desenvolvimento psicofisiológico do cérebro. Consequentemente o homem é uma animal essencialmente social característica essa que ele divide com algumas outras espécies animais.
Porém ao compararmos o homem com os outros animais veremos que existem dois tipos de comportamentos sociais. Um que o homem compartilha com os outros animais que é o comportamento biosocial e outro que é próprio do ser humano que é o comportamento sociocultural.
O comportamento biosocial é aquele comportamento geneticamente herdado, comportamento este que é transmitido e condicionado pela hereditariedade biológica. São exemplos de comportamento biosocial: comer, beber, dormir, descansar, impulsos agressivos, todos estes são elencados na lista de comportamentos biosocial herdado por serem atos de base psicofisiológica que tem mais haver com a genética do que com a cultura. As outras espécies animais também possuem esse comportamento biosocial herdado.
 O comportamento sociocultural possibilitou ao homem depender muito mais do aprendizado do que agir através de modos geneticamente resolvidos. A cultura passou a determinar o comportamento do homem. Este tipo de comportamento é transmitido pela endoculturação e variável de acordo com a época e a sociedade.
Através deste comportamento a história da sociedade humana pode até ser confundida coma a história da cultura, pois a partir deste ponto os homens passaram a não agir mais de modo exclusivamente biológico como os outros animais, mas passaram a fabricar instrumentos, a simbolizar e a instituir princípios sociais de convívio.
Através da cultura a ação humana foi além do biológico sendo norteado por padrões de comportamento que não se originam diretamente de um imperativo orgânico, ou seja, o comportamento humano passou a ser um comportamento superorgânico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores